Campeonato Espanhol 2020 | Tabela, Classificacao, Jogos, Pontos e mais

O Campeonato Espanhol 2020 é uma potência técnica na disputa por pontos em busca da classificação na tabela, mas também é um projeto com grande interesse de públicos e investidores. Veja o motivo!

Jogos de Hoje e Amanhã | Campeonato Espanhol 2020:

[table id=48 /]

Tabela de Classificação do Campeonato Espanhol 2020:

 

[table id=49 /]


O Campeonato Espanhol continua sendo uma das ligas mais ricas e de melhor qualidade técnica e de organização, rivalizando com a Premier League – que atualmente é a mais valiosa.

Elencos milionários, craques de todos os continentes – La Liga detém hoje um dos maiores jogadores da atualidade – Lionel Messi – e até recentemente exibia Cristiano Ronaldo em seus gramados.

A grandiosidade de tudo que envolve La Liga continua, porém a competição vem sofrendo um esvaziamento de interesse (comercial e de audiência) pela falta de mais equipes capazes de aumentar a competitividade.

Com a Premier League sendo disputada por pelo menos quatro potenciais candidatos a cada ano, gerando interesse até de jogadores, o grande desafio do Campeonato Espanhol é reinventar-se para que o eixo do dinheiro na Inglaterra não leve em definitivo o eixo do jogo.


Qual a história do Campeonato Espanhol de Futebol?

O Campeonato Espanhol começou em 1929 e logo na primeira edição aconteceu o que viraria rotina nas últimas décadas: os dois maiores clubes como campeão (Barcelona) e vice (Real Madrid).

O começo da competição era promissor com os Atléticos (de Madri e Bilbao) e o Valencia conquistando títulos e equilibrando.

Porém os anos 1950 e 1960 trouxeram o espetacular Real de Puskas e Di Stefano, considerado o melhor esquadrão madrilenho de todos os tempos, venceu copas continentais e dominou o futebol espanhol – oito títulos em onze anos.

Após esse fenômeno, a rotina se instalou e produziu equipes inesquecíveis, como o Real dos anos 1970 e 1980 (pentacampeão) e ambos com elencos estelares a partir dos anos 1990, incluindo todos os craques que o futebol brasileiro produziu nesse período.

O revezamento entre as maiores forças é também um problema para a competição: como manter-se atraente para torcedores de outros clubes e não perder a excelente ocupação de estádios e os volumes de contratos.

Outro aspecto que deixa todos alertas é que o tamanho dessa rivalidade não está apenas em campo, mas também fora dele, em toda a tensão social e política que envolve Madrid, centro do poder e a Catalunha, sempre buscando o separatismo.

A preocupação é como (e se) o produto La Liga é afetado por algo mais além do tédio técnico e de um esvaziamento de interesse.

Qual o clube com mais títulos do Campeonato Espanhol?

O grande campeão nacional espanhol é o Real Madrid, com trinta e três títulos. O Barcelona possui vinte e seis taças. La Liga é um dos campeonatos com a maior concentração de títulos – são apenas mais sete campeões diferentes além dos dois gigantes espanhóis.

  • Atlético de Madrid: dez
  • Athletic de Bilbao: oito
  • Valencia: seis
  • Real Sociedad: dois
  • La Coruña, Sevilla e Betis: um título cada

No campeonato à parte entre as duas cidades mais importantes do país, Madrid vence com quarenta e três taças (com duas equipes) contra vinte e seis de Barcelona, onde o clube famoso detém sozinho os títulos catalães.

Apesar da liderança, o time merengue vê o maior rival se aproximar ao longo dos anos – desde 2000, o Barça conquistou dez campeonatos, enquanto o time madrilenho venceu seis.

Pelo ritmo atual de performance das duas equipes, a tendência é que o título de 2019-2020 vá para o Santiago Bernabéu ou para o Camp Nou.


Como é disputado o Campeonato Espanhol de Futebol?

La Liga é disputada em um sistema de pontos corridos com vinte e em turno e returno, em um total de trinta e oito rodadas, após as quais a equipe com mais pontos é sagrada campeã.

O sistema de disputa é o mesmo adotado no Campeonato Brasileiro Série C e a maioria dos campeonatos europeus, como o Campeonato Inglês.

A competição é disputada entre os meses de agosto e maio do ano seguinte, daí as temporadas serem nominadas por anos, por exemplo 2019-2020. . As férias dos clubes acontecem em junho e julho, quando é verão no continente.

Junto com o Campeonato Italiano, é um dos campeonatos nacionais que oferecem quatro vagas diretas para a fase de grupos da Champions League – do campeão ao quarto colocado.

O quinto e o sexto colocados disputam a Europe League e o sétimo colocado disputa a segunda pré-eliminatória dessa competição.

O sistema de acesso e descenso é simples, composto do rebaixamento das equipes que terminam a Série A do 18º ao 20º lugar e do acesso das três primeiras colocadas na Série B.

Os critérios de desempate para definir as colocações, se necessário, são os seguintes:

  • Confronto direto
  • Saldo de gols
  • Número de gols a favor

Quais os times que estarão no Campeonato Espanhol de Futebol?

O Campeonato Espanhol não apresenta surpresas quanto aos participantes. As maiores equipes do país – Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid, Sevilla, Valencia – e as equipes médias mais tradicionais estão presentes.

Na parte mais baixa, todas são presenças constantes, em uma gangorra de acesso e descenso entre elas. Uma ausência sentida é o La Coruña, que detém um título espanhol em 1999-2000. Os demais campeões disputarão a temporada 2019-2020 de La Liga.

Na temporada 2018-2019:

  • Osasuna (campeão), Mallorca e Granada foram promovidos à Série A
  • Girona, Huesca e Rayo Vallecano foram rebaixados para a Série B.

Não há novatos no Campeonato Espanhol da primeira divisão de 2020. E qual é o grande desafio de equipes como Valencia e Atlético de Madrid?

O mesmo que enfrentam as equipes do Campeonato Francês: quebrar um reinado, que na Espanha é dividido por Real Madrid e Barcelona há décadas – conquistaram juntos quatorze das últimas quinze edições e o Atlético foi o único intruso.

Ao contrário dos franceses, não é quase impossível que um terceiro time, com uma ótima campanha, quebre essa hegemonia.

É certo que o Atlético é o clube que mais cresceu em qualidade técnica e desempenhos. A questão é a capacidade que Real e Barça têm de montar elencos fora de série e reduzir muito as chances de penetras.


Brasileiros que fizeram (e fazem) história no futebol espanhol

Poderíamos escrever várias páginas a respeito de jogadores brasileiros que se consagraram no futebol espanhol. Felizmente, as histórias de sucesso são muitas.

Ao contrário do que aconteceu com nossos talentos no Campeonato Italiano, o futebol espanhol está em uma trajetória financeira ascendente há décadas, atraindo os maiores talentos de vários países e o Brasil é um produtor constante deles.

Vamos falar de alguns deles.

Roberto Carlos – Real Madrid

O lateral que se projetou sendo duas vezes campeão do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro Série A pelo Palmeiras e transferiu-se para a Internazionale onde jogou apenas uma temporada.

Vendido ao Real, começou a sua fantástica trajetória:

  • Campeonato Espanhol: quatro
  • Supercopa da Espanha: três
  • Liga dos Campeões: três
  • Mundial de Clubes: dois

Jogador muito forte fisicamente, com excelente noção de jogo e ofensividade e chute muito potente e certeiro, logo conquistou os torcedores merengues, além da sua conexão imediata com tudo que envolvia o Real.

Está gravado em definitivo na galeria de ídolos do clube. Em 2007, transferiu-se para o Fenerbahçe da Turquia.

Ronaldo – Barcelona e Real Madrid

Ser bem sucedido e ídolo nos protagonistas de uma rivalidade tão passional é uma conquista para muito poucos. E Ronaldo Fenômeno conseguiu nas duas maiores equipes espanhóis.

Vindo do PSV da Holanda, quando chegou no Barcelona em 1996 ainda estava em começo de carreira e já impressionava a todos pela grande inteligência como atacante, aliada a uma enorme habilidade e muita força física.

Conquistou uma Copa Del Rey, uma Supercopa da Espanha e uma Recopa Europeia. Não colocou um Campeonato Espanhol em seu currículo,  porém trinta e quatro gols na edição 1996-1997 e foi o artilheiro.

Foi vendido para a Internazionale de Milão, onde conquistou apenas a Copa da UEFA em 1998, sofreu com contusões gravíssimas que poderiam abreviar a sua carreira mas ressurgiu.

Em 2002 foi jogar no galáctico Real Madrid com Zidane, Roberto Carlos e outras estrelas e conquistou:

  • Campeonato Espanhol: um
  • Supercopa da Espanha: uma
  • Mundial de Clubes: um

Ronaldinho Gaúcho – Barcelona

Certamente o jogador brasileiro mais bem sucedido na Espanha, Ronaldinho chegou ao Barcelona em 2003 vindo do Paris Saint-Germain, onde não viveu bons momentos.

No clube espanhol, tornou-se ídolo pelo tamanho extremo, jogadas improváveis, muita velocidade tanto física quanto (ou até mais) de raciocínio. Um gênio em campo que conquistou:

  • Campeonato Espanhol: dois
  • Supercopa da Espanha: duas
  • Liga dos Campeões: uma

No Barcelona, foi eleito duas vezes o Melhor Jogador do Mundo e chegou a ser aplaudido de pé por torcedores merengues ao marcar um gol antológico em Madrid. Em 2008 uma contusão abreviou a sua saída para o Milan, deixando seu nome para sempre no Barça.

Como assistir o Campeonato Espanhol 2020 ao vivo?

As partidas do Campeonato Espanhol são transmitidas, no Brasil, por dois canais de TV fechados, a Fox Sports e a ESPN.

Não há previsão de serviço pago ou gratuito (seguro) de transmissão online.

A ESPN tem a exclusividade para transmitir a Supercopa da Espanha, a La Liga 2 (segunda divisão) e a Copa do Rei.

Gostou desse artigo? Esperamos que ele tenha ajudado você a conhecer mais sobre o Campeonato Espanhol, um dos campeonatos mais ricos do planeta e onde se joga um futebol de primeira qualidade!

[visual_portfolio id="2282"]