Campeonato Italiano 2020 | Tabela, Classificação, Gols, Pontos e mais

O Campeonato Italiano 2020 é um dos mais tradicionais e importantes do mundo. A Classificação na Tabela é disputada até o último ponto. Vamos falar dele!

Jogos de Hoje e de Amanhã do Campeonato Italiano 2020:

 

Os jogos estão adiados.

Tabela do Campeonato Italiano 2020:

[table id=53 /]


O Campeonato Italiano é dos mais antigos e competitivos do mundo, com cento e doze edições se considerarmos as duas fases.

Os clubes, ao longo da competição, figuram entre os maiores da história e sustentaram seleções ótimas italianas, sempre candidatas a títulos e que conquistaram quatro Copas do Mundo.

Tudo isso tornou a Itália um centro financeiro do futebol mundial nos anos 1970 e 1980, atraindo os melhores jogadores do mundo. Jogar na Itália era sinônimo de ápice da carreira e as equipes expandiam seus domínios para a Europa e o mundo.

Há algumas décadas, o eixo financeiro do futebol virou para a Inglaterra e Espanha, com mega investimentos e até compra de clubes e os melhores jogadores de todos os continentes.

A dinastia Juventus e a crise financeira em vários clubes também criaram uma monotonia que afasta o capital – que quer retorno em conquistas – e jogadores.

Será que 2019-2020 será mais um ano da Juve ou uma nova ordem vai reaquecer o campeonato italiano?


Qual a história do Campeonato Italiano de Futebol?

O que todos no mundo se acostumaram a chamar de Campeonato Italiano na verdade é oficialmente a Legia Professionisti – a Liga Profissional. O termo comum em todo o mundo é usado na Itália para designar a reunião de todas as ligas profissionais até a quarta divisão.

Um nome ainda mais popular e muito usado entre os torcedores é o Calcio – algo como chamarmos o Campeonato Brasileiro Série D de Brasileirão.

Além disso, os títulos nacionais podem ser divididos em duas fases:

  • Competições regionais equiparadas a campeonatos nacionais e que foram, posteriormente, reconhecidas;
  • A Série A (Legia Professionisti) de 1929 aos dias atuais

Alguma edições não aconteceram devido às duas Grandes Guerras Mundiais – de 1915 a 1919 e de 1943 a 1944.

Se a primeira fase foi praticamente dominada por equipes médias – entre elas, Bologna, Genoa, Pro Vercelli – com dezenove conquistas em dezessete edições, na fase moderna o domínio é amplo das grandes esquadras.

Qual o clube com mais títulos do Campeonato Italiano?

Somando-se as competições regionais com status de campeonato italiano com a versão que conhecemos atualmente, o maior campeão nacional italiano é a Juventus com trinta e cinco títulos, praticamente o dobro da Internazionale e do Milan, com dezoito cada.

E os números da Vecchia Signora são impressionantes:

  • Conquistou 33% de todos os campeonatos disputados até hoje;
  • É única equipe que levantou taça em todas as décadas desde 1920;

Um dos maiores vencedores também traz na memória uma grande tragédia: o espetacular time do Torino, cinco vezes campeão italiano em sete temporadas nos anos de 1940 e absoluto no país, morreu em um acidente de avião 1949 ao voltar de um amistoso em Lisboa.

Em um duelo entre as três maiores cidades do futebol italiano, Turim lidera com quarenta e dois títulos, Milão tem trinta e seis e Roma tem cinco.

O Calcio é um dos poucos campeonatos nacionais em que a capital federal não está entre as principais cidades da competição.

No total, dezesseis equipes diferentes venceram o Calcio desde 1898 sendo que o Genoa e o Pro Vercelli dividiram praticamente toda a primeira fase que se encerrou em 1928.


Como é disputado o Campeonato Italiano de Futebol?

O Calcio é disputado por vinte equipes no sistema de pontos corridos e em turno e returno, idêntico ao que é usado nas duas principais divisões do Brasil, como o Campeonato Brasileiro Série B desde 2006.

O campeão é a equipe que somar o mais número de pontos após as trinta e oito rodadas e os dez meses de competição.

É um dos campeonatos nacionais que oferecem a maior quantidade de vagas para a fase de grupos da Champions League – quatro, do campeão ao quarto colocado.

Não há clube italiano na fase pré-classificatória da maior competição europeia. O quinto e o sexto colocados disputam a Europe League, que corresponde à Copa Sul-Americana.

O sistema de acesso e descenso é simples, composto do rebaixamento das equipes que terminam a Série A do 18º ao 20º lugar e do acesso das três primeiras colocadas na Série B.

Os critérios de desempate para definir as colocações, se necessário, são os seguintes:

  • Confronto direto
  • Saldo de gols
  • Número de gols a favor

Acompanhando o calendário europeu, o Campeonato Italiano é disputado entre agosto de um ano e maio do ano seguinte. As férias dos clubes acontecem em junho e julho, quando é verão no continente.


Quais os times que estarão no Campeonato Italiano de Futebol?

Não há surpresas na edição do Calcio de 2020: todas as equipes participantes são frequentadoras da primeira divisão, mesmo que o Hallas Verona pareça um clube novo – na verdade, ele é o tradicional Verona criado no começo dos anos 1900.

Dentre as equipes que levaram taça da Ligue 1, as ausências mais tradicionais são o Auxerre, o Montpellier, o Sète, o Lens e o Sochaux.

Na temporada 2018-2019:

  • Brescia (campeão), Lecce e Hallas foram promovidos à Série A
  • Empoli, Chievo e Frosinone foram rebaixados para a Série B.

Não há estreantes no Campeonato Italiano da primeira divisão.

Assim como acontece no Campeonato Francês, o objetivo das grandes equipes é parar a reinado da Vecchia Signora, a Juventus, que já dura desde a temporada 2011-2012 – um inédito octacampeonato.

Ao contrário dos franceses, as chances na Itália são maiores, pela capacidade financeira de alguns clubes – Internazionale, Lazio e Roma em especial – para montar equipes competitivas. Mas a tarefa não será fácil.


*Zico, do Udinese, e Falcão do Roma.

Brasileiros que fizeram (e fazem) história no futebol italiano

A Itália é um dos destinos mais antigos para os jogadores brasileiros – o primeiro foi Paulo Innocenti em 1926 do Club Athletico Paulistano para o Virtus Bologna.

O trânsito nunca mais parou, se transformou na maior rota migratória para a carreira dos maiores jogadores brasileiros, principalmente a partir dos anos 1980 quando o dinheiro estava na Itália e futebol brasileiro voltou à vitrine com a Seleção da Copa do Mundo 1982.

Recheada de craques, cada um deles se transferiu para um clube italiano e todos escreveram grandes trajetórias.

Muitos se seguiram a partir deles, porém nenhum chegou perto da história de Raí e Juninho Pernambucano na França ou Romário, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho na Espanha.

Vamos falar de alguns grandes ídolos no Brasil e na Itália.

Falcão – Roma

Podemos dizer que Falcão trocou um reinado por outro. Jogando no Internacional (RS) nos anos de 1970, ele conquistou títulos como poucos no futebol brasileiro: três edições do Campeonato Brasileiro Série A e cinco Campeonatos Gaúchos num espaço de sete anos.

Idolatrado em Porto Alegre, em 1980 transferiu-se para a Roma e logo de começo conquistou uma Copa da Itália. Com ele, a Roma encerrou um jejum histórico de quarenta anos sem o título de campeão italiano.

Foi campeão da Copa em mais duas edições e em 1985 foi vendido para o São Paulo.

Uma trajetória muito curta no clube italiano que mesmo assim rendeu o título de Rei de Roma e a veneração dos apaixonados torcedores até hoje.

Zico – Udinese

O maior ídolo da história do Flamengo, onde ganhava todos os títulos possíveis, em 1983 decidiu aceitar o grande desafio de levar a mediana equipe da Udinese à uma vaga em uma das competições europeias.

Na temporada 1983-1984 fez dezenove gols mas a Udinese terminou em 9º lugar e quatro pontos da zona de classificação para a Liga Europa. Na temporada seguinte, sofreu com contusões e apenas ajudou a equipe a não ser rebaixada.

À parte uma passagem sem uma conquista, encantou italianos de todas as torcidas – chegou a ser aplaudido por algumas adversárias em jogos – com jogadas espetaculares e belíssimos gols. Retornou ao Flamengo em 1985.

Careca – Napoli

Um dos maiores centroavantes brasileiros, Careca transferiu-se para a Napoli em 1987 depois de uma carreira brilhante com dois Brasileiros da Série A e dois Campeonatos Paulistas.

Na equipe italiana, ele teria a companhia de ninguém menos que Diego Maradona, um dos maiores da história e outros ótimos jogadores, participando de grande parte de um Napoli histórico e sendo campeão de:

  • Campeonato Italiano: um
  • Copa da UEFA (atual Liga Europa): uma
  • Supercopa da Itália: uma

Careca e Maradona eram sinônimo de gols e qualidade e parceria se desfez em 1990 quando o argentino foi suspenso por doping. O brasileiro jogou no clube até 1993 quando foi vendido para o Kashiwa Reysol do Japão.

Como assistir o Campeonato Italiano de Futebol ao vivo?

O Calcio foi o pioneiro nas transmissões de campeonatos estrangeiros no Brasil – em 1983 a TV Bandeirantes assumiu os jogos da Série A. Era o momento: quase todas as partidas teriam a presença dos maiores jogadores brasileiras da época.

Décadas depois, a DAZN – plataforma de transmissões de jogos online – assumiu a exclusividade das partidas do Campeonato Italiano no país.

Por sua vez, a empresa negociou a cessão para a exibição em TV aberta para a Rede TV!

Gostou desse artigo sobre o Campeonato Italiano 2020?

Esperamos que ele tenha ajudado você a conhecer mais sobre o  Campeonato Italiano, uma dos maiores e mais tradicionais e que nunca perde o seu encanto para amantes do futebol em todo o mundo!

[visual_portfolio id="2282"]