Campeonato Mexicano 2020 | Tabela, Classificação, Jogos e mais

O Campeonato Mexicano é um dos mais ricos do mundo e sucesso de bilheteria e de audiência. Mas precisa vencer o desafio da renovação. Vamos falar mais sobre ele!

Tabela Campeonato Mexicano 2020:

[table id=28 /]

Jogos do Campeonato Mexicano 2020:

[table id=29 /]

Qual a história do Campeonato Mexicano de Futebol?

Se compararmos com a história dos campeonatos nacionais dos principais países das Américas – como o brasileiro e o argentino – o Campeonato Mexicano (ou Liga MX) é relativamente jovem.

A primeira edição aconteceu em 1943 quando era disputada em apenas uma edição e assim foi até 1997, quando instituiu-se os torneios Invierno e Verano, duas competições independentes que apontavam dois campeões nacionais por ano.

Em 2002 passariam a se chamar Apertura e Clausura e há alguns anos é considerada uma das ligas mais fortes das Américas e a 11ª maior do mundo, segundo a FIFA em 2016.

A partir dos anos 2000 diversos grupos econômicos nacionais e estrangeiros investem fortemente nas equipes, transformando o Campeonato Mexicano em um dos mais ricos do mundo.

O modelo de negócios do futebol mexicano se espelha no esporte norte-americano: clubes que são propriedades de grupos privados – a Televisa é dona do América, entre outros – ou de grandes universidades, como o Pumas e o Tigres.

Atualmente, o futebol mexicano vive um grande dilema: não conseguir gerar novos talentos nativos, enfraquecendo a seleção nacional, enquanto investem bilhões de dólares em grandes jogadores estrangeiros.

As contratações são uma das estratégias para tornar a Liga MX cada dia mais atraente dentro e, principalmente, fora do país como produto esportivo e comercial.

América e Guadalajara são os clubes mais populares, os maiores ganhadores de títulos nacionais e fazem o El Clásico Nacional, um dos maiores do mundo.

Porém, a competição sempre começa com pelo menos seis ou sete equipes em condições de disputar o título, o que torna o Campeonato Mexicano um dos mais disputados do mundo.

Qual o clube com mais títulos do Campeonato Mexicano?

O América, da capital é o time com maior número de títulos do Campeonato Mexicano, com treze taças. Mas podemos dizer que, dado grande equilíbrio que comentamos anteriormente, é um dos líderes de nacionais mais ameaçados.

Isso porque os times seguintes estão muito próximos no ranking:

  • Guadalajara: doze
  • Toluca: dez
  • Cruz Azul: oito
  • Tigres UANL: sete
  • Pumas UNAM: sete
  • León: sete

A competitividade ajuda o América a manter-se na liderança, já que quatro diferentes equipes ganharam as últimas seis edições – além do América que venceu, pela última vez, no Apertura Mexicano 2018.

O Guadalajara não mantém a regularidade – teve apenas uma conquista em cada uma das três últimas décadas e a grande maioria aconteceu até os anos 1960. O Toluca não vence desde o Clausura Mexicano 2008.

O México teve vinte a quatro diferentes campeões desde a temporada 1943-1944 quando o Asturias (já extinto) venceu pela única vez.

O equilíbrio também está nas sequências de títulos: o Guadalajara é o único clube tetracampeão (e entre 1958 e 1961), não há tricampeões e pouquíssimos bicampeões.

Os atuais campeões mexicanos são:

  • Clausura Mexicano 2019: Tigres
  • Apertura Mexicano 2019: Monterrey (é o campos mais recente)

Como é disputado o Campeonato Mexicano de Futebol?

A forma de disputa do Liga MX é similar, por exemplo, à usada no Campeonato Boliviano: dois torneios independentes, o Apertura e o Clausura, cada um com uma fase classificatória e uma fase de confrontos eliminatórios até uma final.

  • O Torneo Apertura (Torneio de Abertura) é disputado entre julho e dezembro;
  • O Torneo Clausura (Torneio de Fechamento) é disputado entre janeiro e maio.

Podemos ver que o calendário de futebol mexicano acompanha o calendário europeu, onde o ano começa em julho, como o Campeonato Inglês.

Por isso, parece confuso para os brasileiros que o Apertura Mexicano 2019 tenha terminado em dezembro e o Clausura Mexicano 2019 tenha se encerrado em maio do mesmo ano!

São declarados dois campeões anuais, sem uma grande final entre eles, como ocorre no Campeonato Peruano.

Fase Classificatória

As dezoito equipes jogam entre si em turno único, em um total de dezessete partidas. Ao final dessas rodadas, as oito equipes mais bem colocadas se qualificam para as quartas-de-final.

O critério de desempate, se necessário, é o seguinte:

  1. Saldo de gols
  2. Número de gols marcados
  3. Confronto direto
  4. Número de gols marcados fora de casa
  5. Pontos de fair play

Quartas-de-final

São definidos quatro confrontos com jogos de ida e volta e com mando de campo para a equipe que tiver a melhor colocação na primeira fase:

Semifinais

São definidos dois confrontos com jogos de ida e volta e com mando de campo para a equipe que tiver a melhor colocação na primeira fase.

Final de Torneio

É disputada em jogos de ida e volta e o mando de campo será da equipe de melhor campanha na primeira fase. O vencedor será declarado Campeão de Apertura ou Campeão de Clausura, conforme a competição.

Nas quartas-de-final e semifinais, em caso de empate de pontos e saldo de gols no confronto, o gol qualificado pode decidir a vaga. Caso permaneçam iguais, avançará o time com a melhor campanha na fase classificatória.

Na final, a decisão poderá ir para a prorrogação ou pênaltis caso as equipes terminem empatadas em pontos e saldo de gols após as duas partidas.

Não tem Rebaixamento no Campeonato Mexicano?

Em verdade, o rebaixamento retornou em 2020 depois de dois anos em que foi suspenso. Até o Clausura Mexicano 2018, dezoito equipes disputavam a Liga MX.

A Federação Mexicana , naquele ano, decidiu suspender o rebaixamento para que uma equipe fosse promovida por temporada até chegar a vinte equipes em 2020.

Para o acesso, as regras também foram mudadas e provocaram muita discussão: o campeão deveria ser propriedade de alguém que não tivesse time na Liga MX, ter estádio com capacidade mínima de vinte mil pessoas e outras condições econômicas.

A tendência a elitizar a primeira divisão não deu resultados: os clubes da Ascenso MX (segunda divisão) não cumpriram as condições exigidas para serem promovidos

A última temporada, encerrada em dezembro de 2019, tinha dezenove times, porém o Veracruz foi desclassificado por não cumprir compromissos financeiros com a compra de jogadores – essa é uma das condições para manter-se na elite.

Por essa razão, o Campeonato Mexicano será disputado em 2020 com dezoito equipes, sendo que uma será rebaixada e uma será promovida do Ascenso MX.

Quais as vagas mexicanas para a Liga dos Campeões da CONCACAF?

A Liga dos Campões da CONCACAF é a competição que reúne dezesseis equipes campeãs nacionais e do Campeonato de Clubes do Caribe.

Ela é a correspondente, para as Américas do Norte e Central, à Copa Libertadores da América na América do Sul e Champions League na Europa.

O México tem direito a quatro vagas, para os campeões e vice-campeões dos torneios Apertura e Clausura disputados no ano anterior da edição. Para a competição de 2020, se classificaram:

  • América
  • León
  • Cruz Azul
  • Tigres

A Liga dos Campões da CONCACAF é disputada desde 1959 e o México é o líder disparado de conquistas, com trinta e quatro, seguido da Costa Rica com seis e El Salvador com três.

Os clubes mexicanos estão entre os quatro maiores vencedores: América com sete, Cruz Azul com seis, Pachuca com cinco e Monterrey – atual campeão – com quatro.

blank

Quais as vagas mexicanas para a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana?

O México começou a ter direito a duas vagas na maior competição sul-americana de clubes em 1998, por um convite da Conmebol, usando diferentes critérios de qualificação ao longo do tempo.

Em 2017, com a decisão de estender a Copa Libertadores ao longo do ano e da CONCACAF de priorizar a atenção do clubes para a Liga dos Campeões local, os clubes mexicanos deixaram de participar.

Quanto à Copa Sul-Americana, a saída aconteceu a partir da edição de 2010.

Os grandes jogadores mexicanos da história

Hugo Sánchez é o maior jogador mexicano, um atacante e goleador com uma grande carreira internacional atuando pelo Atlético de Madrid e o Real Madrid, sendo ídolo nos dois clubes graças à sua grande habilidade, oportunidade e belos gols.

No Real Madrid marcos 208 gols de 1985 a 1992 e foi fundamental no histórico pentacampeonato 1985-1989 do Campeonato Espanhol além de uma Copa UEFA em 1986.

Na atualidade mais recente, podemos destacar:

  • Chicharito Hernández, atacante que joga atualmente no West Ham da Inglaterra;
  • Rafa Marquez ex-zagueiro de destaque no Barcelona.

blank

Como assistir o Campeonato Mexicano de Futebol ao vivo?

Pelo envolvimento de redes de mídia como proprietárias de alguns clubes, era natural que a cobertura televisiva fosse de ótima qualidade no México.

Três canais transmitem os jogos: Televisa, Imagen e TV Azteca mas ainda não usufruímos de cobertura do Campeonato Mexicano no Brasil.

Por outro lado, o Facebook firmou uma parceria com a Univisión e transmite diversos jogos dos dois torneios.

Vale a pena acompanhar a página oficial da Liga MX para saber mais!

Gostou desse artigo? Esperamos que ele tenha ajudado você a conhecer mais sobre o  Campeonato Mexicano, um dos campeonatos nacionais mais ricos das Américas e mais competitivos do mundo!